Eu me achei em você

 

E isso meio que deu certo.

No primeiro momento eu me assustei, eu sei, você sabe, que eu nunca me apeguei ao famoso amor, pra mim estar com alguém significava apenas curtir aquele momento com a pessoa. Sim, namorei, fiz juras de amor inclusive, mas pra mim não passavam de palavras. Eram apenas momentos.

No começo foi difícil aceitar o fato de que eu estava apaixonada por você e que eu queria sim estar com você, porque algo dentro da minha cabeça me dizia que isso não passava de uma ficada e que nós jamais daríamos certo sendo mais do que já éramos. Não éramos nada demais, era o que eu repetia mentalmente tentando me convencer de que nós não significávamos nada.

E quem diria que o nada se tornaria tudo?

Não foi da noite pro dia que eu aceitei o que sentia, você também enxergou as poucos o que estava acontecendo: nós estávamos apaixonados. Tentamos ser cautelosos, tentamos ir com calma, mas depois de nos enxergarmos um no outro já era tarde demais.

Eu e você nos tornamos nós.

Nós nos tornamos todos aqueles clichês chatos e bobos que fazem qualquer solteiro ter vontade de vomitar e sabe? Eu amei. Eu amei assumir o papel de boba, eu amei dar a cara a tapa pro amor, porque o amor não dói, o amor é leve. O amor nos deixa leves.

Eu achei tanto de mim em você que foi impossível não encaixarmos desse jeitinho que só a gente entende. Ninguém mais.

E há muito de você em mim caso você queira vir buscar.

24 anos, adora sinceridade e fala o que lhe dá na telha.

Talvez cê curta

74 Comentários

  1. Que lindo! Me identifiquei um pouquinho, mesmo estando na situação contrária do que o texto diz. Mas fico feliz por pelo menos eu ter tirado algo bom do lado de não dar certo com alguém dessa forma, sabe? <3

    Beijoss

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *