#marialiterária: A Elite #2

 

Sinopse: A vida no palácio não era tão ruim quanto America imaginava. Ou melhor: com todos os mimos e privilégios que estava tendo, ela já mal se lembrava de como era pertencer à casta Cinco. Ser Um, em compensação, era fácil: suas criadas eram costureiras talentosíssimas e faziam vestidos maravilhosos; os banquetes e as festas que frequentava eram incrivelmente divertidos; e o conforto em que vivia agora seria impensável alguns meses atrás. Além de tudo, quando sentia saudade de casa, tinha Aspen por perto.

Ele era compreensivo, companheiro e tinha decidido colocar sua vida em perigo por ela — afinal, o que aconteceria se alguém descobrisse que, além de guarda do palácio, era ex-namorado de uma das candidatas? Era com Aspen que America contava nas horas mais difíceis. Por outro lado, o príncipe Maxon era atraente, bondoso, carinhoso e — o mais importante — desejava America mais do que qualquer outra garota da Elite.

Mas, além de estar com o coração secretamente dividido, também era difícil lidar com o fato de que aceitar Maxon significava ter que aceitar uma coroa. America não tinha certeza se gostaria de ser uma princesa. Apesar da vida glamorosa, havia tantas coisas com as quais ela não concordava e que permaneciam sem explicação: por que o palácio sofria tantos ataques rebeldes? O que era reivindicado? Por que os castigos aos infratores tinham de ser tão violentos? O que estava por trás daquele regime de castas tão cruel?

O tempo está acabando e as dúvidas de America só aumentam.

A Elite é continuação de um livro maravilhoso que já fiz resenha aqui no blog: A Seleção.

Não costumo dar spoilers, mas se você não leu o primeiro livro e tem vontade de ler, pode ser que ler esta resenha não seja a melhor opção, viu?

Em A Elite restam apenas 6 garotas disputando o coração de Maxon ou a coroa (dependendo de quem estamos falando, né?). America está dividida, pois no início não queria nenhum dos dois, mas ao se aproximar de Maxon percebeu que ele não era nada do que ela tinha pensado.

O livro fala bastante sobre a política de Illéa e o leitor acaba ficando intrigado em relação aos rebeldes que SEMPRE conseguem invadir o palácio.

O que deixa America mais confusa neste livro em relação aos seus sentimentos é que Aspen agora é um soldado e está no castelo disposto a tentar novamente.

Assim como o primeiro livro este também não tem um desfecho, o que nos obriga a ler o próximo: A Escolha. Se eu tivesse o hábito de roer as unhas já estaria com todas roídas, PRECISO ler o próximo! :p

Alguém aí já leu?

24 anos, adora sinceridade e fala o que lhe dá na telha.

Talvez cê curta

68 Comentários

  1. Sté, eu gosto muito de romances, e esse livro por mais que a gente ja imagina o final, é um dos mais “envolventes” que ja li, deu ate vontade de ler de novo. e de novo. É incrivel o jeito que as coisas vao se desenrolando na historia, desfrutando cada pagina ❤

    beijos.

    Blog Vitoria Martini ♡

  2. Eu tenho vontade de ler essa série, até comecei o primeiro livro uma vez num pdf que achei perdido na vida, mas acabei abandonando a leitura. Quem sabe um dia eu retomo 🙂

    Beijos,
    brilhodealuguel.com

  3. OOi, adorei a resenha logo que foi lançado o livro foi muito bem falado, mas infelizmente não faz meu gênero literário e a historia em si não me chama muita a atenção.
    Beijos bom final de semana
    bellapagina.blogspot.com.br

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *