#mariassistiu: Lucifer

Sabe quando você não tem mais NENHUMA série pra assistir e quando vê uma série aleatória na Netflix decide assistir só porque não tem mais nada pra assistir? Então, foi assim que eu conheci a série Lucifer.

Eu sei, eu sei, muitos de vocês ao ler o nome da série ficaram com o pé atrás, né? Principalmente quem não gosta de coisas supernaturais, mas, eu prometo pra vocês que vocês se enganaram a respeito da série! :p

Sinopse: A série se desenvolve ao redor de Lucifer Morningstar, que está entediado e infeliz como o Senhor do Inferno. Ele renuncia seu trono e abandona seu reinado para tirar férias em Los Angeles, onde dá início a uma casa noturna com a ajuda de sua aliada demoníaca chamada Mazikeen. Depois que uma celebridade a quem Lucifer ajudou a alcançar a fama é assassinada, ele se envolve com a polícia de Los Angeles, onde começa a ajudar a Detetive Chloe Decker a resolver casos de homicídio e encontrar os responsáveis para que possa “puni-los”. (Fonte: Wikipedia)

A série mostra um Lucifer completamente diferente do que imaginamos, ele tem lá seu lado sombrio, mas ele gosta de punir apenas os que merecem. Claro, ele, como bom demônio, gosta de fazer favores e ganhar algo em troca das pessoas, mas esse não é o foco da série. A série começa quando uma dessas pessoas que ele fez um favor é morta ao lado dele e a tiros.

É aí que Lucifer conhece a Detetive Chloe, pois ele deseja saber quem está por trás do assassinato para punir quem fez isso. Após este caso, Lucifer acaba se envolvendo com a detetive e ajuda em outros casos.

Quem acha que a série é sobre coisas sobrenaturais está totalmente enganado, viu? Em raros momentos aparece ele como ele de fato é, mas nada que tire o sono ou faça você ter pesadelos.

Na Netflix tem apenas a primeira temporada, mas a série possui duas temporadas e em outubro lançará a terceira!

Recomendo muuuuuuuito! Alguém já assistiu? 

Comenta aqui, miga!

Yo digo R, tu dices BD, RBD!

 

Xô contar uma coisa sobre a minha pessoa: EU ERA APAIXONADA POR RBD. Isso quando eu tinha lá meus 12 anos, mas, esse amor continua em mim até hoje!

RBD foi um grupo musical mexicano surgido em 2004, na novela adolescente Rebelde. O grupo era composto por Anahí, Dulce María, Maite Perroni, Alfonso Herrera, Christian Chávez e Christopher Uckermann, sendo tido até hoje como o maior fenômeno do pop mexicano no mundo e o maior da música latina. (Fonte: Wikipedia)

Sábado passado eu e a minha irmã colocamos pra rodar no Youtube o DVD Live in Rio da banda e pensem só, me bateu aquela nostalgia! Não contente, falei pra uma das minhas amigas que estava escutando RBD e adivinhem o que ela fez? Foi ouvir também! E nós duas ficamos trocando mensagens sobre o quão essa fase foi boa pra gente!

Eu sempre gostei muito de música, meio que óbvio, mas RBD foi uma das minhas poucas paixões, aquela paixão de fã mesmo, sabe? De saber TODAS as músicas e se emocionar ouvindo SALVAME! (Quem é dessas levanta a mão aí \o/).

Alguém aí também era fãzona da banda? Ou pelo menos acompanhou a telenovela que passava no SBT? SILVIO SANTOS VOLTA A PASSAR RBD, EU NUNCA TE PEDI NADA!

Vou deixar aqui o show que eu citei lá em cima pra quem gosta matar a saudade também:

Comenta aqui, miga!

#mariassistiu: Friends From College

 

Dia 14 de julho a Netflix estreou a série Friends From College com a proposta de que seria uma mistura de Friends e How I Met Your Mother.

Como cês sabem, a maria aqui adora essas duas séries e é óbvio que eu tinha que assistir, até porque a atriz Cobie Smulders que interpretou Robin em HIMYM iria interpretar uma das personagens.

Antes de assistir confesso que me bateu aquele mesmo medo que me bateu quando fui assistir HIMYM após assistir FRIENDS: será que vai ser tão bom quanto?

Sinopse: Um grupo de amigos que dividiu o começo de suas vidas em Harvard se vê nos seus 40 anos com situações bem diferentes de sucesso profissional e pessoal, e suas relações interpessoais complicadas sempre levam a momentos nos quais a nostalgia supera o amor pela vida adulta. (Fonte: AdoroCinema)

Quem achou que a série teria uma essência das séries que eu citei lá em cima está totalmente enganado, a série pode até ter lá seus momentos parecidos, mas a proposta desta série é completamente diferente!

A série conta a história de seis amigos que se reencontram após um bom tempo depois da faculdade, pois um casal se muda para a cidade onde todos os outros amigos residem. Dois desses amigos mantém um caso desde a faculdade e o problema nisso é que ambos são casados. Não posso negar que em muitos momentos as cenas dos dois são o auge de alguns episódios, mas, dá um pouquinho de raiva deles.

Não foi a melhor a série de humor que eu assisti até então, mas você sente vontade de assistir o próximo episódio pra saber se melhora com o tempo. Há também o fato de que a história é voltada para um público mais maduro, pois na série os personagens têm lá seus 40 anos e eu gosto de coisas mais bobas e bem mais leves.

A série é engraçada, mas, o humor é sarcástico e não é um dos meus favoritos, sabe? Mas, se você não tem nada melhor pra assistir e ta de bobeira, eu aconselho!

Alguém aí já assistiu?

Comenta aqui, miga!