Resenha: Cinquenta tons de liberdade (livro)

Cinquenta-tons-de-liberdade-maria-sabe-tudo

“Eu solenemente juro que irei te proteger e zelar preciosamente do fundo do meu coração por nossa união e por você”, ele sussurra, sua voz rouca.
“Eu prometo te amar fielmente, renunciando quem quer que seja, em tempos bons e nos maus, na doença ou na saúde, independentemente de onde a vida nos levar. Vou protegê-la, confiar em você, e respeitá-la. Vou compartilhar suas alegrias e tristezas e consolá-la em momentos de dificuldade. Prometo te amar e apoiar seus desejos e sonhos e mantê-la à salvo ao meu lado. Tudo o que é meu agora é seu. Eu te dou minha mão, meu coração e meu amor a partir deste momento, enquanto vivermos.”

E eu começo a resenha com este trecho ma-ra-vi-lho-so, porque sou dessas! Gente, o que foi isso? Um livro ou um tiro?! Não sei, tô loka! Hahahahaha.

Primeiramente, as resenhas dos livros anteriores estão aqui: Cinquenta tons de cinza e Cinquenta tons mais escuros.

Sinopse: O que para Anastasia Steele e Christian Grey começou como uma paixão avassaladora e carregada de erotismo evoluiu, em um curto espaço de tempo, para um sentimento mais profundo que transformou a vida do casal. Ana sempre soube que amar um homem com tantas nuances seria complicado, mas nem ela nem Christian tinham noção das dificuldade que enfrentariam para ficar juntos.

Mesmo assim, os dois estão se acertando: Ana torna-se mais segura a cada dia, e Christian lentamente permite-se relaxar e confiar nela. Em um crescendo de paixão, desejo e sentimento, tudo leva a crer que eles estejam caminhando para um desfecho digno de conto de fadas.

Mas ainda há contas a acertar com o passado.

Na resenha anterior comecei com um aiai, mega suspirante e bom, digamos que com este livro não foi uma reação diferente.

Confesso que no começo o livro tava bem parado, até mesmo com as cenas de sexo que como citei nas resenhas anteriores, se você não curte romance erótico: não leia. Apenas o ignore! E não é que esse danadinho me surpreendeu? Eu criei grandes expectativas em cima dele por conta dos acontecimentos do segundo livro e BOOM, o terceiro livro da trilogia começa super paradinho. Fiquei trise. Mas foi momentâneo, porque depois de um acontecimento foi uma bomba atrás da outra e eu não conseguia ficar quieta durante a leitura e eu precisei devorar ele para me sentir satisfeita!

Eu ri, chorei, senti raiva, fiquei boba e… me apaixonei! Como eu já esperava!

Este livro é o desfecho da história, então bom, vocês podem imaginar como vai ser o final. Como toda e boa história de romance. Ele não foge nadinha disso. Mas, há muito mais que isso. Nesse livro nós conhecemos um pouquinho mais sobre o Christian e é nesse livro que ele se encontra, que ele realmente se abre. Afinal, qual é nome do livro mesmo? Cinquenta tons de LIBERDADE. Mas, confesso que Anastasia se mostrou tão madura neste livro e tão… corajosa! Nunca pensei que diria isso sobre ela, mesmo ela insistindo nele, quando ele mesmo achava que não havia solução e que era um caso perdido.

Bom, vou para por aqui, é impossível não dar spoiler. É muuuuuuito difícil, gente!

Simplesmente: LEIAM! (Quem curte este tipo de leitura e claro, quem não vê problema em ler algo diferente, que na verdade, é igual a qualquer outra história de amor: com seus altos e baixos!).

24 anos, adora sinceridade e fala o que lhe dá na telha.

Talvez cê curta

90 Comentários

  1. Bela resenha, gostei da dica, não sou muito de ler não.
    Ando cansada e algumas outras coisas me distraem mais. “quanto atraso né?”Esta sou eu hj com 62 anos, minha vida tomou novos rumos, não sei avaliar se bom ou ruim.
    Mas a filha come livros..rsrsrs e inclusive escreve de poesias.
    Ótima semana ,com muita paz.
    Obrigada pela visita.
    Beijos coloridos!♥♥♥

  2. Respondendo ao seu comentário isso foi um tiro hahaha. Eu li toda a saga em 2015 e QUE SAGA né? Viciei total o Christian é um psicopata diferenciado, mas que eu quero muito ter um pra mim hahahahaha. Eu simplesmente me via na história, e achava tudo demais! Tenho saudades de ler esses livros.. O primeiro é meu preferido 🙂
    Beijos
    Keep Calm Girls

  3. OOOOOOOI

    menina, esse segundo livro eu li e gostei bastante. Aliás, gostei dos dois primeiros. Só o terceiro achei meio blé, sou sincera :B HAHAHA
    a senhora viciou, né?

    beijo
    beinghellz.com

  4. Graças a Deus essa história melhorou!! Sei que não estou no direito de julgar o tipo de livro até porque eu nem sou obrigada a ler, só que eu acabei lendo o primeiro, não me interessei muito, vi o filme, pior ainda. Mas sua resenha me deu vontade de voltar a ler, eu li o primeiro inteiro e depois me deu uma preguiça de continuar, então decidi procurar resenha dos outros para vê se me interesso porque ouvi dizer que a partir do segundo a história melhora. Então, vou providenciar urgentemente já que em breve o segundo filme será lançado, enfim, vou ler!! KKKKK

    http://floresdoamanhaa.blogspot.com.br/

  5. Tão bom ler resenhas de gente que concorda comigo.
    Eu fiquei in love já li os três e resenhei os três juntos no blog haha.
    Eu amo o segundo, o terceiro, na verdade eu acho que gosto de todos na mesma medida.
    E desejo um Sr.Grey do terceiro livro porque ele tá do jeito que eu gosto. haha
    Beijos!
    Blog Pam Lepletier

  6. Esse livro é liiiindo! Mas para mim o melhor ainda é o segundo! Acho que esse livro deixou muitos laços abertos. Se Erika quiser, ela pode tranquilamente lançar uma continuação, ainda tem muita história pra contar!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *