Maria assistiu: Maze Runner – A Cura Mortal

 

Acho que nunca comentei aqui no blog sobre o meu amor por Maze Runner, eu lembro até hoje quando fui ao cinema sem escolher o filme e quando cheguei lá vi em Cartaz o filme Maze Runner – Correr ou Morrer e pensei: “ah, vai esse mesmo”, assisti sem expectativa alguma e no final saí do cinema muito empolgada por parecer que teria uma continuação.

E teve, Maze Runner – Prova de Fogo, que não assisti no Cinema, mas, logo que saiu na internet eu assisti, não é o melhor de todos, mas não é dele que vim falar, né? Soooorry!

Eu fiquei MUITO empolgada, mas MUITO mesmo! Criei grandes expectativas e olha… Não me decepcionei.

Logo no começo já percebemos que o filme vai ter muita ação, pois Thomas já de cara começa o filme tentando resgatar Minho, que foi pego no final do segundo filme e pra decepção dele (e nossa), ele não tem êxito. I Love Minho <3

Mas Thomas não desiste e resolve partir sozinho para resgatar Minho, mas é claaaaro que o Newt e seus amigos não o deixariam fazer isso sozinho, então o team decidi ir junto com Thomas.

E lá estava a última cidade que restara, CRUEL havia levantado um muro ao redor dessa cidade, não deixando ninguém mais entrar nela. Eles precisavam entrar lá para resgatar Minho e é claro que o coração de Thomas estava balançado com as chances de encontrar Teresa.

Neste exato momento ressurge um ser humano das cinzas e quando eu digo cinzas é literalmente das cinzas, gente, ele tinha morrido no primeiro filme. E ele era um completo idiota, mas, ele resolve ser bonzinho e ajudar Thomas.

Depois disso é só tiro e bombaaaaa! Infelizmente perdemos uma pessoa muito importante nesse filme, pelo menos pra mim 🙁

O desfecho do filme não me decepcionou em absolutamente NADA!

Recomendo muito que assistam! E quem não assistiu aos anteriores; assistam, vale a pena!

24 anos, adora sinceridade e fala o que lhe dá na telha.

Comenta aqui, miga!